Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/1161
Authors: Petean, Leonardo Pim
Orientador: Cássio Antonio Tormena
Title: Qualidade física de um latossolo vermelho distroférrico sob integração lavoura-pecuária.
Other Titles: Soil Physical quality of a Typic Oxisol under crop-livestock integration.
Banca: José de Deus Viana da Mata - UEM
Banca: Sérgio José Alves - IAPAR
Banca: Getúlio Coutinho Figueiredo - USP
metadata.dc.contributor.referee4: Karina Maria Vieira Cavalieri - UFPR
Keywords: Solo;Pastejo;Compactação;Densidade;Porosidade;Latossolo vermelho distroférrico;Qualidade física;Intervalo Hídrico Ótimo (IHO);Integração lavoura-pecuária;Brasil.;Soil compaction;Soil bulk density;Grazing;Soil porosity;Least Limiting Water Range;Brazil.
Issue Date: 2011
Publisher: Universidade Estadual de Maringá
Resumo: A integração lavoura-pecuária pode ser definida como a alternância temporária ou a rotação, numa mesma área, de culturas de grãos e pastagens. Este sistema vem atraindo grande interesse dos agricultores nas regiões produtoras de grãos. No sul do Brasil, esta prática se baseia na semeadura de forrageiras de inverno para o pastejo do gado em rotação com culturas de verão. Estudos mostram que o pisoteio do gado compacta o solo, enquanto outros demonstram que com carga animal adequada, suspensão do pastejo em condições de solo úmido e manutenção de cobertura vegetal adequada do solo, não há influência negativa na produtividade das culturas de verão. Os objetivos deste trabalho foram avaliar algumas propriedades indicadoras da qualidade física do solo para a comparação de diferentes sistemas de manejo da oferta de forrageira de inverno. Para avaliação da qualidade física do solo foi quantificado o Intervalo Hídrico Ótimo do solo (IHO), utilizando a densidade do solo crítica (Dsc) (Ds em que o IHO=0). Foi feita uma proposta de metodologia alternativa para sua quantificação. O estudo foi conduzido numa área com sistema de integração lavoura-pecuária implantado em 2002 na Fazenda Experimental da COAMO - Cooperativa Agroindustrial, no município de Campo Mourão, Paraná. Os tratamentos foram constituídos de diferentes níveis de altura de pastejo da forragem de aveia e azevém em 7, 14, 21 e 28 cm e um tratamento onde não houve pastejo. Os tratamentos apresentaram redução do IHO em função da altura de pastejo devido ao aumento da Ds ocasionado pelo impacto do pisoteio animal. Os resultados obtidos com a metodologia alternativa indicaram que a mesma foi precisa e adequada para a quantificação do IHO. A densidade do solo e macroporosidade mostraram serem indicativos básicos de qualidade física do solo, sendo estes avaliados ao longo de cinco anos para verificação da dinâmica do sistema. Verificou-se que, densidade do solo e macroporosidade são dependentes dos manejos utilizados em sistema de Integração Lavoura Pecuária, que ocorrem flutuações temporais de Ds e macroporosidade do solo no sistema de Integração Lavoura-Pecuária. Para manter ou melhorar a qualidade física do solo, manejado sob pastejo da aveia + azevém no inverno, a altura de pastejo deve ser mantida acima de 21cm.
Abstract: The crop-livestock integration can be defined as the temporary rotation, in the same area, of grain crops and pastures with livestock. This system has attracted interest of farmers in grain-producing regions. In southern Brazil, this practice is based on the sowing of winter forage for grazing cattle in rotation with summer crops. Studies show that cattle trampling compacts the soil, while others show that with proper stocking, suspension of grazing in wet soil conditions and maintenance of adequate soil cover, there is no negative influence on yield of summer crops. The experimental area has a system of crop-livestock integration implemented in 2002 in an area of 8 ha, at the Experimental Farm COAMO - Cooperativa Agroindustrial, in Campo Mourão, Paraná, in which the treatments are made of different height levels of forage grazing where the management of animals kept grazing heights of ryegrass and oats in 7, 14, 21 and 28 cm and a treatment where no grazing. The objectives of this study were to evaluate some physical properties of soil for comparison of different management systems in the supply of winter forage. In order to verify whether the animal trampling reduces soil physical quality to evaluate the soil physical quality the least limiting water range (LLWR) was quantified as a modern indicator of soil physical quality quality. An alternantive methology also was evaluated to obtain the LLWR faster and using the critical soil density (Soil bulk density in which IHO = 0) for monitoring of soil physical quality. The bulk density and macroporosity are indicative of basic soil physical quality, which were measured over five years for monitoring the soil physical quality. The treatments reduced the LLWR due to grazing height with increased soil bulk density associated to the impact of animal trampling. The alternative methodology for LLWR evaluation was accurate and appropriate for LLWR quantification. It was found that the soil bulk density and macroporosity both are dependent on management practices used in integrated crop livestock. To maintain a appropriate soil physical quality the forage managemente should be done to maintain the grazing height equal or above 21cm.
URI: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/1161
Appears in Collections:3.1 Tese - Ciências Agrárias (CCA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000193583.pdf1,24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.