Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/1602
Authors: Rodrigues, Augusto Manoel
Orientador: Ulysses Cecato
Title: Produção de forragem, composição botânica e valor nutritivo de pastos nativos do Massif Central- França
Banca: Clóves Cabreira Jobim - UEM
Banca: Ana Claudia Ruggieri - UNESP
Banca: Valdo Rodrigues Herling - USP
metadata.dc.contributor.referee4: Laudi Cunha Leite - FAPESP
Keywords: Plantas forrageiras;Fatores edafoclimáticos;Plantas nativas;Forragicultura;Forragem;Digestibilidade;Intensidade de exploração;Fertilização;Gramínea;Massif Central;França.;Forage plants;Edaphoclimatic factors;Native plants;Forage;Forage;Digestibility;Intensity of exploitation;Fertilization;Grassy;Massif Central;France.
Issue Date: 2008
Publisher: Universidade Estadual de Maringá
Resumo: Este trabalho teve como objetivo caracterizar a variabilidade da produção de forragem e o valor nutritivo (proteína bruta (PB). fibra detergente neutro (FDN), fibra detergente ácido (FDA), lignina em detergente ácido (LDA) e digestibilidade da matéria orgânica) dos pastos nativos do Massif Central (França) em função de fertilização e sistema de exploração. O experimento foi conduzido no período de primavera e verão de 2005 em propriedades de exploração leiteira da região do Puy de Dome e nos Institutos Nacional de Pesquisa Agronômica (Inra). na Região do Auvergne do Massif Central da França. As amostras foram coletadas. em dois períodos, ao longo do primeiro ciclo de crescimento dos pastos nativos durante o ano de 2005 e 2006 (estádio vegetativo e de inflorescência de Dactylis glomerata respectivamente). O valor nutritivo foi estimado pelo Sistema de Espectrofotometria de Reflectância no Infravermelho Proximal (Nirs). Os resultados permitiram classificar os pastos nativos em seis grupos em relação as características do meio (altitude, precipitação), fertilização, valor nutritivo e composição botânica. Os seis grupos de pastos nativos apresentaram variações na digestibilidade de 62% a 77% em função dos efeitos edafoclimáticos e sistema de produção. A produção de massa de forragem em 2005 foi de 2.98 t ha-1 de MS, e em 2006, a produção foi de 2,58 t ha-1 de MS. Os grupos GI; G3 e G4 de pastos nativos apresentaram maior produção de forragem em relação ao tratamento do grupo G6. Na baixa intensidade de exploração o valor nutritivo de forragem foi inferior na primeira época de corte, porém o valor nutritivo diminui lentamente em relação aos tratamentos mais intensivos no segundo corte. A digestibilidade do pasto nativo do tratamento com baixa intensidade de exploração foi superior aos dos tratamentos mais intensivos na segunda época de corte. Em função dos resultados obtidos, pode-se concluir que a alta intensidade de exploração apresenta redução da diversidade dos pastos nativos de clima temperado, elevando a participação de gramíneas e reduzindo a participação de espécies diversas. Permiti ampliar os indicativos de valor nutritivo dos pastos nativos para tabela nutricional do Inra, e contribui para a melhoria da sustentabilidade da produção de carne e leite desenvolvida pelos agricultores da região do Auvergne.
Abstract: This study aimed to characterize the variability of herbage yield and nutritive value (crude protein (CP), neutral detergent fiber (NDF), acid detergent fiber (ADF) and acid detergent lignin (ADL) and organic matter digestibility) of milêniograss (Brazil) and of the meadows of the Central Massif (France) in relation to fertilization and production systems. The experiment was conducted from spring to summer of 2005 in farm milk in the region of Puy of Dome and in the French National Institute for Agricultural Research (Inra), in the Auvergne region of the Massif Central of France. Samples were collected at two harvest dates along the first cycle of growth during 2005 and 2006 (at heading and at flowering of Dactylis glomerata, respectively). The chemical composition analyses and feed value were estimated by Near Infrared Spectroscopy (Nirs). The results let classify the meadows in six groups in relation to the characteristics of the environment (altitude and rainfall), fertilization practices, nutritive value and botanical composition. The six groups of meadows showed variations in the digestibility of 65 to 77% in function of the climatic effects and production system. The herbage yield in 2005 was 2.98 t ha-1 of DM differing of 2006 with yield of 2.58 t ha-1 of DM. The groups G1, G3 and G4 of meadows had higher yield herbage in relation to the treatment of group G6. The lower intensity exploration had lower nutritive value at the first harvest date. However, the nutritive value decreases more slowly than for the most intensive treatments. The organic matter digestibility of lower intensity exploration was higher than the most intensive treatments at the second harvest date. Based on the results, it may conclude that the high intensity of exploration presents reduction of the diversity of meadows from temperate climate increasing the participation of grasses and reducing the participation of forbs. This experimentation allows enlarging the nutritive value references of native grasses for the tables of feed values of INRA. In addition, it will contribute to the improvement of sustainable production of meat and milk of the Auvergne farms.
URI: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/1602
Appears in Collections:3.1 Tese - Ciências Agrárias (CCA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000170636.pdf562,49 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.