Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/3119
Authors: Daiuto, Priscila Regina
Orientador: Marivânia Conceição de Araújo
Title: A construção da identidade dos(as) psicológos(as) do CRAS : desafios e possibilidades
Banca: Simone Pereira da Costa Dourado - UEM
Banca: Eronildo José da Silva - FAFIPA
Keywords: Psicologia;Psicólogo, Assistência Social, Psicólogo, Políticas Públicas, Psicólogo, Identidade, Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), Maringá (PR) - Brasil;Psychology, Social Work, Public Policy, Identity;- Brazil
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Estadual de Maringá
Resumo: Historicamente a identidade do profissional de psicologia está atrelada à área clínica, no entanto é crescente a idéia de seu compromisso social. A inserção dos psicólogos no campo das políticas públicas, mais especificamente na política de assistência social, deve estar calcada em uma visão crítica da área e em um compromisso com as urgências da sociedade brasileira, partindo da perspectiva da Assistência Social como política de seguridade social. A pesquisa teve como objetivo verificar qual a identidade que os psicólogos atuantes na área de Políticas Públicas, especificamente no campo da Assistência Social vêm construindo em seu trabalho, através de realização de revisão bibliográfica e aplicação de entrevistas em grupos com psicólogos que atuam na área de Assistência Social, mais especificamente nos CRAS da região de Maringá. Tendo como principais conclusões que não é possível falarmos em uma identidade única para os psicólogos do CRAS, assim como para a psicologia de modo geral, sendo esta uma marca da profissão, sendo necessário, no entanto maior investimento em capacitações para esses profissionais, bem como inclusão de matérias específicas nos cursos de graduação e pós-graduação, além de maiores incentivos à área acadêmica, em publicações e pesquisas
Abstract: Historically the identity of professional psychology is linked to the clinical area, however there is a growing idea of its social commitment. The insertion of psychologists in the field of public policy, specifically in social assistance policy must be grounded in a critical view of the area and a commitment to the urgencies of Brazilian society from the perspective of Social Welfare and social security policy. The research aimed to verify that the identity of the active psychologists in the field of public policy, specifically in the field of social assistance have been building in their work, through conducting literature review and technical application of interview groups with psychologists working in the area Social assistance, specifically in the CRAS of Maringa region. The main conclusions that can not speak in a single identity for psychologists CRAS, as well as for the general psychology, which is a mark of the profession, requiring However greater investment in training for these professionals, as well as inclusion of specific subjects in undergraduate and graduate programs, as well as greater incentives for academic, research and publications
URI: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/3119
Appears in Collections:2.6 Dissertação - Ciências Humanas, Letras e Artes (CCH)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000223356.pdf415,78 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.