Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/3377
Authors: Almeida, Franciely Daiane Massarenti de
Orientador: André Augusto de Almeida Alves
Title: Arquitetura e procedimentos de projeto nos prédios hospitalares do escritório Rino Levi Arquitetos Associados 1944-1965
Banca: Maria Beatriz Camargo Cappello
Banca: Ricardo Dias Silva
Keywords: Arquitetura moderna brasileira;Arquitetura hospitalar;Metodologia de projeto;Rino Levi;Brasil.;Brazilian modern architecture;Hospital architecture;Design methodology;Rino Levi;Brazil.
Issue Date: 2016
Publisher: Universidade Estadual de Maringá
Resumo: Com formação italiana e influência do architetto integralle, Rino Levi intervém com competência técnica e artística no edifício e na cidade moderna, associando arte, arquitetura e técnica. Ou seja, enquanto a técnica implicada no fazer arquitetônico tema central para Levi avança, os princípios e leis que o regem (presentes nos valores clássicos de proporção e ritmo) permanecem. Assim, as proposições projetuais se alteram, contudo, o modo de enfrentá-las é semelhante, resultando em um conjunto de procedimentos que estrutura a prática arquitetônica e valoriza, ainda, a colaboração de especialistas e o papel do arquiteto como coordenador do processo projetual. É este o arcabouço conceitual a partir do qual Rino Levi aproxima-se à temática hospitalar, desenvolvendo um total de vinte projetos de hospitais dos quais nove construídos no Brasil e na Venezuela. Tais projetos revelam-se expressivos para a discussão da produção e da trajetória de Rino Levi, sob o prisma dos procedimentos de projeto. Nesse sentido, é constante a organização dos volumes com base no programa de necessidades e no fluxograma. Tal diretriz encontra materialização em diferentes frentes: a composição volumétrica; a flexibilidade das plantas, por meio da estrutura independente e modulação; o tratamento das fachadas; a relação do edifício com o lote e com a cidade, evidenciada pela integração entre interior e exterior e a estreita relação com o sítio e a natureza; os procedimentos de representação, evidentes nas etapas de projeto, instrumentos utilizados e coordenação de profissionais e projetos. Baseado na consulta de fontes documentais primárias, o trabalho lança um olhar sobre a produção de projetos hospitalares de Rino Levi entre 1945 e 1965. Tece um breve panorama dos trabalhos sobre o arquiteto, que considera a diversidade de chaves de leitura de sua obra; analisa os projetos hospitalares em tela do ponto de vista das abordagens focadas nos procedimentos de projeto, agrupando-os em torno de exemplares relevantes. No projeto da Maternidade da Universidade de São Paulo (1944-1953), Rino Levi inova o partido arquitetônico quando passa a configurar a proposta espacial por meio da constituição de volumes funcionais. O Hospital Israelita Albert Einstein (1958-1960) revela uma maior compactação dos volumes funcionais. O Hospital Geral em Maiquetia (1959) diferencia-se pela segregação radical dos volumes de circulação e de uso, que no Hospital Psiquiátrico de Rio Claro (1962) evolui para a conformação de diferentes conjuntos de volumes e sua hierarquização entre si e em relação às marquises que os conectam, conformando um complexo que incorpora a escala urbana. Rino Levi alcança em sua obra uma clareza e uma unidade de pensamento muito grande, que parte do arquiteto integral e chega a uma série de procedimentos de projeto. Essa unidade se expressa nos edifícios hospitalares, em que se percebe igualmente a evolução da obra de Rino Levi no período democrático, especialmente nítidas nos quatro exemplares selecionados. O presente trabalho contribui, assim, para a aferição da real importância deste arquiteto para a arquitetura moderna brasileira.
Abstract: Rino Levi, with his Italian training and the influence from the architetto integralle , intervenes with his technical and artistic competence in the building and in the modern city, combining art, architecture and technique. That is, while the technique involved in the architectural making advances a central issue to Levi, the principles and laws that govern it (present in the classical values of proportion and rhythm) remain. Therefore, the project propositions change, but the way to tackle them is similar, resulting in a set of procedures that structures the architectural practice and also values the collaboration of experts and the architect's role as the coordinator of the design process. This is the conceptual framework from which Rino Levi addresses the hospital theme, designing a total of twenty hospitals projects in Brazil and Venezuela, of which nine were built. These projects are significant for the discussion of Rino Levi s projects and trajectory, from the design procedures perspective. In this sense, the organization of volumes, based on the needs of the program and on the flowchart, is constant. This guideline can be seen in different fronts: the volumetric composition; the flexibility of the plans, through an independent structure and modulation; the facades treatment; the building's relationship with the plot and the city, as evidenced by the integration between interior and exterior and the close relationship with the site and nature; the representation procedures, which are evident in the design stages, in the instruments used and in the coordination of professionals and projects. Based on the consultation of primary source documents, this work takes a look at Rino Levi s hospital projects, between 1945 and 1965. We also give a brief overview on works about the architect, which takes in consideration the diversity of reading keys of his work and we also analyze his hospital projects from the point of view of the approaches focused on design procedures, grouping them around relevant samples. In his project of the Maternidade da Universidade de São Paulo (1944-1953), Rino Levi innovates the architectural environment when he sets the spatial proposal through the establishment of functional volumes. The Hospital Israelita Albert Einstein (1958-1960) reveals a greater compression of the functional volumes. The Hospital Geral in Maiquetia (1959) differs by its radical segregation of traffic and usage volumes, whereas the Psychiatric Hospital of Rio Claro (1962) evolves into forming different sets of volumes and their hierarchy among themselves and in relation to marquees that connect them, forming a complex that incorporates the urban scale. Rino Levi reaches with his work a great clarity and thought unit, which starts at the whole architect and reaches a number of design procedures. This thought unity can be seen in his hospital buildings, where it can also be seen the evolution of Rino Levi's work in the democratic period, especially clear the four selected buildings. This work, thus, contributes to assess the real importance of this architect for the Brazilian modern architecture.
URI: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/3377
Appears in Collections:2.4 Dissertação - Ciências de Tecnologia (CTC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000225597.pdf12,78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.