Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/3723
Authors: Costa, Maria Angélica Martins
Orientador: Mauro Antonio da Silva Sá Ravagnani
Title: Amostragem de partículas dispersas em correntes gasosas confinadas
Banca: Cid Marcos Gonçalves Andrade - UEM
Banca: Wagner André dos Santos Conceição - Unicentro
Banca: Caliane Bastos Borba Costa - UEM
Keywords: Particulados diversos;Corrente gasosa em dutos;Amostragem;Poluentes particulados;Poluentes atmosféricos;Brasil.
Issue Date: 1998
Publisher: Universidade Estadual de Maringá
Resumo: Neste trabalho estudou-se as técnicas de amostragem de particulados dispersos em corrente gasosa em dutos. Realizou-se o estudo da amostragem, a quantificação das concentrações por faixas de tamanho e as respectivas taxas de emissão de particulados. O estudo das técnicas de amostragem foi realizada num duto circular de PVC de 12 m de comprimento e 0,1524 m de diâmetro. Foi produzido neste duto uma corrente gasosa de ar transportando partículas dispersas. A dispersão das partículas foi realizada com a introdução de uma corrente de ar com uma alta concentração de pó, produzida por um alimentador/dispersor de poeira. Sendo assim, simulou-se uma corrente de gás "suja" de partículas da qual foram coletadas pequenas amostras de ar com partículas dispersas. Utilizou-se como material particulado a alumina calcinada e dióxido de titânio, ambas partículas com diâmetro menor que 10µm. A amostragem da corrente gasosa foi efetuada de acordo com os padrões britânicos (BS 3405), sendo efetuada com o auxílio de sondas isocinéticas inseridas alinhadamente no interior do duto. As amostras em corrente gasosa foram analisadas on - line por um contador de partículas a laser. Através deste equipamento determinou-se a concentração de partículas para cada faixa de tamanho, a qual é necessária para estimar as taxas de emissão e a eficiência de alguns equipamentos de controle. As velocidades da corrente gasosa usadas no transporte das partículas variaram de 11 a 36 m/s, e as vazões do fluxo de gás no duto variaram de 0,30 a 0,60 m3/s. A partir das concentrações por número, medida pelo contador, para o intervalo de tamanho calculou-se a concentração mássica de partículas para os mesmos intervalos, ou seja, entre 0.3 e 10µm. Concentrações locais obtidas no duto foram analisadas em função da amostragem quase isocinética realizada. Concentrações totais, que são representativas para toda a seção transversal do duto, foram determinadas. para várias vazões de ar em que as partículas foram transportadas. Estas concentrações permitiram estimar possíveis as taxas de emissão de partículas PM10 a atmosfera. Os resultados obtidos indicam a viabilidade do uso do contador de partículas na amostragem em dutos, principalmente para baixas concentrações de particulados. A razão disto é baseado nos bons resultados obtidos em comparação a métodos gravimétricos que não longos tediosos para a determinação de taxas de emissão ou concentração de partículas.
Abstract: In this work it was studied the sampling techniques of dispersed particulates into gaseous stream which are flowing ducts. A sampling study was carried out in order to determine concentration of each size of particle and the respective emission rates. This study was took place in a circular PVC duct having 12m. long and 0,1524 m of diameter. A gaseous air stream was produced in the duct to transport dispersed particles. The dispersion of particles was made by adding to the duct stream another air stream coming from a dust feed/dispersor, which contained high particle concentration. This allowed obtaining a dust gas stream flowing in PVC duct where sampling was carried out. The dust dispersed in the duct were alunima and titanium dioxide powders, which have particle size below 10µm. The gas stream sampling was performed under quasi-isokinetic conditions using probes aligned inside the duct. A laser particle counter was on-line used to analyse the sampled particles. This particle counter allows determining particle concentration for several size ranges, which can be used to estimate emission rates and efficiency of particle collection equipment. Velocities used to transport particles ranged from 11 to 36 m/s being the respective gas flow rate varied from 0,30 to 0,60 m3/s. From the concentration of particles by number, measured by the counter for 6 sizes ranges, it was possible to calculate the mass concentration of particles in the same ranges, that is between 0.3 and 10µm. Local concentration obtain in the duct are analysed according to the quasi-isokinetic conditions used in the sampling procedure. Total concentrations, which are representative of the cross sectional duct area, were determined for several gas flow rate in which particles were dispersed. These concentrations allowed estimating eventual emission rate of PM10 to the atmosphere. Obtained results indicate the feasibility of the particle counter to be used in duct sampling, particularly at low particle concentration. The reason for this is based on reliable obtained results in comparison to gravimetric methods which are time consuming, tedious to determine particle concentration and emission rates
URI: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/3723
Appears in Collections:2.4 Dissertação - Ciências de Tecnologia (CTC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000088781.pdf1,69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.