Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/3840
Authors: Couto Júnior, Osório Moreira
Orientador: Nehemias Curvelo Pereira
Title: Tratamento de efluentes da indústria textil por coagulação e floculação utilizando polímeros naturais
Banca: Maria Angélica Simões Dornellas de Barros [Co-orientador] - UEM
Banca: Gabriel Francisco da Silva - UFS
Banca: Miriam Carla Bonicontro Ambrosio Ugri
Keywords: Efluentes;Indústria têxtil;Tratamento;Coagulação/floculação;Tanino e Moringa oleífera;Sulfato de alumínio;Brasil.;Textile effluent;Coagulation/flocculation;Tannin;Moringa oleifera Lam. Aluminum Sulfate;Brazil.
Issue Date: 2011
Publisher: Universidade Estadual de Maringá
Resumo: Os efluentes de estamparias industriais, de maneira geral, contêm sujeiras removidas das roupas, e substâncias adicionadas, devido à aplicação direta e fixação dos corantes e pigmentos no tecido, que normalmente são tratados por processos físico-químicos de coagulação/floculação e sedimentação. O coagulante químico, Sulfato de Alumínio é muito empregado no tratamento de efluentes têxteis, devido a boa eficiência na coagulação das partículas coloidais e a seu baixo custo de aplicação. No entanto, este reagente químico não é biodegradável e pode trazer sérios riscos à saúde humana, dependendo da concentração em que estiver presente na água. Muitos dos tratamentos de efluentes tem sido desenvolvidos e investigados adotando o uso de coagulantes naturais, por apresentarem vantagens em relação aos coagulantes químicos, principalmente devido à biodegrabilidade e baixa produção de lodo residual. No entanto, neste trabalho foram realizados ensaios de coagulação/floculação e sedimentação, objetivando a otimização do tratamento de efluente de uma estamparia industrial, utilizando coagulante químico: o Sulfato de Alumínio e coagulantes naturais: Tanino e Moringa oleifera Lam. Os ensaios foram realizados em aparelho "jar test", variando-se os tempos de misturas, sedimentação e a concentração dos coagulantes. As amostras foram sujeitas a um período inicial de mistura rápida (95 rpm), em seguida mistura lenta (35rpm) e repouso para sedimentação. Após a coaguação/floculação e sedimentação, os sobrenadantes foram transferido para outros recipientes para posterior analises. Os efluentes brutos e tratados na estamparia foram coletados e caracterizados com os mesmos parâmetros realizados para os testes de coagulação/floculação, apresentando-se sempre em elevadas quantidades em termos de matéria orgânica, expressa em DQO. Foram feitos testes de alcalinidade, acidez volátil, cor, DBO5, DQO, metais, pH, sólidos e turbidez. As concentrações ótimas encontradas foram de 400 mg/L, 600 mg/L e 2500 mg/L para o Tanino, Sulfato de Alumínio e Moringa oleifera Lam, respectivamente. Observou-se que o tratamento utilizando o Tanino foi o mais eficiente alcançando remoções de 99,17% de Cor, 99,65% de Turbidez, 92,72% de DBO5, 94,81% de DQO, 47,85% de Sólidos Totais, e 96,67% de Sólidos Suspensos Totais em relação ao efluente bruto. Dentre todos os metais removidos, se verifica que o mercúrio e manganês tiveram uma remoção superior a 60% pelos coagulantes e remoções inferiores a 30% foram encontradas apenas para o cromo e a prata, com exceção do Tanino para este, que obteve uma remoção superior. Pode-se concluir que o Tanino apresentou o melhor resultado em termos dos parâmetros investigados e menor custo econômico em relação ao coagulante químico, Sulfato de Alumínio, permitindo uma economia maior que 22% ao mês.
Abstract: The effluents of industrial screen printers, in general, contain debris removed from the clothes, and substances added, due to the direct application and fixation of dyes / pigments in the tissue, which are usually treated by physical and chemical processes of coagulation / flocculation and sedimentation. The chemical coagulant, aluminum sulfate is widely used in the treatment of textile effluents, due to good performance in the coagulation of colloidal particles and their low cost of implementation. However, this reagent chemical is not biodegradable and can pose serious risks to human health, depending on the concentration that is present in the water. Many of the effluent treatment has been developed and investigated by adopting the use of natural coagulants, since they have advantages over chemical coagulants, mainly due to biodegradation and low production of sludge waste. However, this study tests were performed coagulation/flocculation and sedimentation, in order to optimize the treatment of effluent from an industrial stamping, using chemical coagulant, aluminum sulfate and natural coagulants: Tannin and Moringa oleifera Lam. The tests were performed on apparatus jar test, varying the times of mixtures, sedimentation and concentration of coagulants. The samples were subjected to an initial period of rapid mixing (95 rpm), then blend slowly (35rpm) and rest for sedimentation. After coagulation / flocculation and sedimentation, the supernatants were transferred to other containers for later analysis. Raw and treated effluents in the printing collections were made and characterized with the same parameters for the tests performed in coagulation / flocculation, appearing always in high quantities in terms of organic matter expressed as COD. During tests of alkalinity, acidity, color, BOD5, COD, metals, pH, solids and turbidity. The optimal concentrations found were 400 mg /L, 600 mg /L and 2500 mg /L for Tannin, aluminum sulfate, and Moringa oleifera Lam, respectively. It was observed that treatment using the tannin was the most efficient removal of 99.17% reaching Color, 99.65% of Turbidity, 92.72% of BOD5, COD 94.81%, 47.85% Solids Total, and 96.67% of total suspended solids over the effluent. Among all the metal removed, it appears that the metals mercury and manganese had a greater than 60% removal by coagulants and removals of less than 30% were found only for chromium and silver, except for this Tannin, who achieved a higher removal. It can be concluded that the tannin showed the best results in terms of parameters investigated and lower economic costs in relation to chemical coagulant, aluminum sulfate, allowing savings of up to 22% per month.
URI: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/3840
Appears in Collections:2.4 Dissertação - Ciências de Tecnologia (CTC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000184988.pdf4,23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.