Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/5019
Authors: Carniatto, Natália
Orientador: Rosemara Fugi
Title: Efeitos de plantas aquáticas invasoras e anfíbia sobre a eficiência de forrageamento e a dieta de peixes associados.
Other Titles: Effects of invasive and amphibian aquatic plants on the foraging efficiency and diet of small sized fish.
Banca: Ana Paula Vidotto Magnino - Universidade Estadual de Londrina (UEL)
Banca: Mário Luis Orsi - Universidade Estadual de Londrina (UEL)
Banca: Cláudia Costa Bonecker - Nupélia/UEM
metadata.dc.contributor.referee4: Erivelto Goulart - Nupélia/UEM
Keywords: Ecologia de água doce;Interação peixe-planta;Cadeia alimentar;Macrófitas aquáticas invasoras;Peixes associados;Macrófitas anfíbias;Peixes de água doce;Disponibilidade alimentar;Urochloa arrecta;Hydrilla verticilatta;Polygonum punctatum;Introdução;Cheia;Reservatório;Planície de inundação;Brasil.;Freshwater fishes;Urochloa arrecta;Hydrilla verticilatta;Polygonum punctatum;Introduction;Wetperiod;Reservoir;Floodplain;Brazil.
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Estadual de Maringá
Resumo: Os efeitos de macrófitas invasoras sobre comunidades aquáticas nativas têm sido um enfoque importante nos estudos de relações ecológicas. Foram avaliados os efeitos potenciais de macrófitas invasoras sobre a disponibilidade de alimento e a composição da dieta de peixes associados, utilizando abordagem de campo e experimental. Em campo, foram avaliados os efeitos de Urochloa arrecta sobre a disponibilidade de invertebrados, a composição da dieta e a eficiência de forrageamento de quatro espécies de peixes de pequeno porte que vivem a ela associadas. Os resultados indicaram que U. arrecta não é um habitat de alimentação tão favorável para os peixes quanto a nativa Eichhornia azurea, usada como controle, considerando que a abundância de invertebrados foi significativamente maior na nativa e a composição da dieta dos peixes também variou entre as macrófitas. Investigou-se experimentalmente a composição, abundância, riqueza e diversidade de invertebrados oferecidos pela invasora Hydrilla verticilatta, e os potenciais efeitos sobre a composição da dieta, amplitude do nicho trófico e eficiência de forrageamento dos peixes a ela associados. Utilizou-se a macrófita nativa Egeria najas como controle, como ambas são submersas e possuem arquitetura e complexidade física muito semelhante. Não foi encontrada evidência de que H. verticilatta afete a densidade de invertebrados associados, e como consequência a dieta e a eficiência de forrageamento dos peixes. Isso significa que no habitat natural, em biomassas razoáveis e semelhantes às da espécie nativa (fato raro para espécies invasoras), a planta invasora pode substituir a nativa sem causar grandes danos às espécies de peixes que vivem associadas. No período de cheia, com o aumento do nível da água, plantas que colonizam habitat úmidos podem se tornar temporariamente submersas formando um novo habitat para peixes de pequeno porte. Investigou-se também, a macrófita anfíbia Polygonum punctatum como habitat temporário de forrageamento para espécies de peixes de pequeno porte durante o período de cheia. As informações obtidas indicaram que a espécie de planta anfíbia P. punctatum fornece recursos comparáveis aos fornecido pela não anfíbia E. azurea, agregando habitat disponível para a comunidade aquática durante o período de cheia. Extrapolou-se a relação entre espécies de plantas invasoras e a comunidade nativa de invertebrados e peixes que vivem associados, além da importância do período de cheia para aumento de habitat disponíveis para exploração por essas comunidades.
Abstract: The effects of invasive macrophytes on native aquatic communities have been an important focus in studies of ecological relationships. In this study the potential effects of invasive macrophytes on the availability of invertebrates and diet composition of associated fish were evaluated in natural habitats and experimentally. First, the effects of the invasive macrophyte Urochloa arrecta on the availability of invertebrates, diet composition and foraging efficiency of four small sized fish species associated were evaluated. The main results indicated that U. arrecta is not a feeding habitat as favorable to fish as the native Eichhornia azurea, used as control, since the abundance of invertebrates was significantly higher in the native than in the invasive and the diet composition of the four fish species also varied among macrophytes. The composition, abundance, richness and diversity of invertebrates offered by the invasive macrophyte Hydrilla verticilatta and the potencial effects on diet composition, trophic niche breadth and foraging efficiency of associated fish were experimentally investigated. The native macrophyte Egeria najas was used as control, since both are submerged and have very similar architecture and physical complexity. No evidence has been found that Hydrilla verticilatta affects the density of associated invertebrates, and as consequence, diet and foraging efficiency of fish. This means that in the natural habitat and in reasonable biomasses similar to native species (rare fact for invasive species), the invasive plant can replace the native one without causing great damages to associated fish species. In the flood period, with rising water levels, plants that colonize wet habitats may become temporarily submerged forming a new habitat for small sized fish. Therefore, the amphibian macrophyte Polygonum punctatum was investigated as a temporary foraging habitat for small sized fish species during the flood period. The information obtained indicated that the amphibian P. punctatum provides resources comparable to those provided by the non-amphibian E. azurea, adding available habitat to the aquatic community during the flood period. In conclusion, it was possible to explore the relationship between invasive plants species and native community of invertebrates and associated fish, as well as the importance of the flood period to increase available habitats for exploitation by these communities.
URI: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/5019
Appears in Collections:3.2 Tese - Ciências Biológicas (CCB)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000228139.pdf1,85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.