Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/5420
Authors: Svaigen, Álisson Renan
Title: MannaHap : um modelo de sistema háptico assistivo de representação de imagens digitais para deficientes visuais
Keywords: Deficientes visuais - Sistema Háptico;Deficientes visuais - Acessibilidade;Deficientes visuais - Inclusão digital
Issue Date: 2019
Citation: SVAIGEN, Álisson Renan. MannaHap: um modelo de sistema háptico assistivo de representação de imagens digitais para deficientes visuais. 2019. 81 f. Dissertação (mestrado em Ciência da Computação)--Universidade Estadual de Maringá, Centro de Tecnologia, Departamento de Informática, 2019, Maringá, PR.
Abstract: Resumo: O MannaHap é um modelo de sistema háptico proposto como uma solução Do it Yourself e de baixo custo financeiro para auxiliar no ensino aprendizagem de deficientes visuais quando os conteúdos envolvem imagens digitais. O modelo disponibiliza uma representação tátil e auditiva das imagens. Ele é parte integrante de uma pesquisa conjunta que, além da representação de imagens digitais, tem como objetivo identificar automaticamente os objetos que compõem uma imagem. Este modelo possui quatro componentes principais que interagem e trocam informações, a saber: o usuário; dispositivo intermediário; servidor de processamento e um dispositivo tátil, construído como uma mesa de pinos com um mecanismo de eixos similar ao de uma impressora 3D. A motivação para o trabalho proposto está relacionada com os desafios impostos ao deficiente visual compreender no momento de aprender um conteúdo usando imagem digital por meio de representações alternativas, como a tátil e a auditiva. Os principais desafios estão além da interpretação em si, uma vez que as soluções disponíveis são de alto custo financeiro para aquisição. Um protótipo composto por um sistema na abordagem cliente X servidor, cujo dispositivo tátil é uma mesa de pinos, permitindo que o deficiente visual ''sinta a imagem'' foi desenvolvido como prova de conceito. As avaliações do protótipo consistiram na análise de custo financeira, análise temporal de operação dos pinos e experimentos com usuários deficientes visuais para avaliação de acessibilidade, usabilidade e experiência de uso. A avaliação de custo estimou um gasto de R$ 1493,30 para o protótipo MannaHap, sendo o dispositivo com valor mais acessível em comparação com outros apresentados. Os experimentos foram realizados com deficientes visuais de baixa visão, que avaliaram o sistema como cumprindo, em sua maioria, com as diretrizes de acessibilidade, possuindo boa usabilidade e provendo uma boa experiência de uso. Com a avaliação temporal, verificou-se por meio de estimativas um tempo considerável para ativação dos pinos, o que poderia tornar impraticável a interação com o usuário, sendo a sua investigação uma área de pesquisa em aberto para trabalhos futuros. Com este trabalho, concluiu-se que o MannaHap é um indicativo de que é possível desenvolver tais sistemas hápticos com um custo financeiro acessível. Espera-se que o modelo seja um prelúdio para a popularização do uso deste tipo de tecnologia nas mais diferentes áreas de atuação dos deficientes visuais, contribuindo para um melhor entendimento das imagens digitais
Abstract: The MannaHap is a haptic system model proposed as a low financial cost and a "Do it Yourself" solution in order to aid the visually impaired theacing/learning when the content involves digital images. The model provides a tactile and auditory representation of images. It is part of a joint research which, besides the digital image representation, aims to identify the compound objects of an image in an automatically way. This model has four main components which interact and change informations, namely: the user; an intermediary device; a processing server; and a tactile device, builded as a pin table with an axis mechanism, similar to a 3D printer. The motivation is related with de visually impaired challenges at the time to learn a content using digital images through alternatives representations, for instance tactile and auditory. The main challenges are beyond the interpretation in itself, since the available solutions have high financial cost acquisition. A prototype composed by a client x server approach, whose tactile device is a pin table, allowing the visually impaired to ''feel the image'' was developed as a proof of concept. The prototype evaluations consisted in financial cost analysis; pin operation temporal analysis; and experiments with visually impaireds, in order to evaluate accessibility, usability and user experience. The cost evaluation estimated that MannaHap spent R$ 1493,30 to be build, being the most accessible device comparing to other devices presented. The experiments were accomplished with low vision people, who evaluated the system as reached, mostly, the accessibility guideliness, having good usability and providing a good user experience. With the temporal evaluation, it was verified by means of estimates, a considerable time to pins activation, which could make impractical the user interaction, being its investigation a opened research area to future works. With this work, it was concluded MannaHap is an indication that is possibleto develop such haptic systems with a low financial cost. It is expected that MannaHap can be a prelude to haptic low cost accessibility devices popularization in many different areas, contributing to a better understanding of digital images
Description: Orientador: Prof.ª Dr.ª Linnyer Beatrys Ruiz Aylon
Dissertação (mestrado em Ciência da Computação)--Universidade Estadual de Maringá, Centro de Tecnologia, Departamento de Informática, 2019
URI: http://repositorio.uem.br:8080/jspui/handle/1/5420
Appears in Collections:2.4 Dissertação - Ciências de Tecnologia (CTC)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Alisson Renan Svaigen_2019.pdf20,26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.